Frances Ellen Watkins Harper foi poeta, escritora de ficção e ativista dos direitos civis e femininos.

Nascida em Baltimore, Frances ajudava escravos a escapar por estradas subterrâneas. 
Escreveu para jornais antiescravistas, e publicou poemas e artigos recebendo a reputação de “mãe do jornalismo afro-americano”.

Foi uma ativista que ligava diretamente, direitos das mulheres e por oportunidades educacionais para todos. Harper era diretora da Associação Americana de Jovens Negros ( American Associating of Coloured Youth). Também foi a administradora e vice-presidente da Associação Nacional da Seção de Mulheres Negras.

Em seu poema “The Slave Auction”, inova com uma perspectiva feminina sobre a escravidão e a exploração, a maternidade e a objetificação. O poema descreve como as meninas eram vendidas e compartilhadas diante de suas mães nos tempos dos leilões públicos.

Esta perspectiva feminina do papel da mulheridade, da maternagem e do cativeiro na experiência da mulher negra tornaram Harper uma das poetas negras mais analisadas nos Estados Unidos.

Harper escreve sobre liberdade, raça, e gênero, e sobre a importância da mulher como voz e como força política, já no século XIX.

Leia o poema de Frances “The Slave Auction” no Poetry Foundation.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − 2 =